Servidores municipais da Atenção Básica de Fortaleza rejeitam portarias da Secretaria de Saúde e irão apresentar novas propostas
Os profissionais entenderam que alguns pontos das portarias são conflitantes. Os Sindicatos vão levar novas sugestões à SMS por meio de ofício

Na última terça-feira (16), foi realizada uma reunião das três categorias de nível superior da saúde: médicos, dentistas e enfermeiros, cuja pauta foi a discussão das duas portarias apresentadas pela Secretaria Municipal de Saúde de Fortaleza (SMS) para solucionar o problema das 8 horas semanais de atividades não presenciais dos servidores. A reunião teve início com a leitura das minutas das portarias e, em seguida, se abriu para participação da base.

Leia mais: Greve na saúde: médicos, enfermeiros e dentistas anunciam início da greve nos postos de saúde de Fortaleza imediatamente após publicação de portaria obrigando retorno da jornada de 40h

Por unanimidade das categorias, as duas portarias foram rejeitadas da forma que foram apresentadas por não corresponderem ao que as categorias almejavam que era a manutenção das 8 horas semanais de atividades não assistenciais.

O Sindicato dos Médicos do Ceará, o Sindicato dos Odontologistas do Ceará e o Sindicato dos Enfermeiros do Ceará decidiram que irão levar novas sugestões à SMS por meio de ofício.

O Sindicato dos Médicos ressalta que está dedicado a trabalhar na demanda até que se obtenha uma devolutiva positiva para a categoria, e se coloca à disposição dos servidores para prestar esclarecimentos sobre o assunto.

 

Fonte: Comunicação do Sindicato dos Médicos do Ceará

Assine nossa newsletter

Fique atualizado sobre todas as notícias e oportunidades!

Fale Conosco