Sindicato dos Médicos solicita reunião com prefeito de Barbalha para tratar defasagem salarial dos médicos servidores
Profissionais estão há anos sem um reajuste real, pois os vencimentos são limitados ao salário do prefeito

Ainda em dezembro do ano passado, o Sindicato dos Médicos do Ceará encaminhou ofício ao prefeito de Barbalha, Guilherme Saraiva, solicitando uma reunião para tratar acerca da defasagem salarial dos médicos servidores. Os profissionais estão há anos sem um reajuste real, pois sempre que os salários dos demais servidores são reajustados, os médicos não são contemplados.

De acordo com o Sindicato dos Médicos, isso ocorre porque os vencimentos dos servidores são limitados ao valor do vencimento do prefeito do município e, em razão de a remuneração dos médicos ser em um valor próximo à do gestor, não são beneficiados pelos reajustes salariais. Além disso, a questão demonstra um notório congelamento no salário do prefeito, causando uma desvalorização da remuneração dos médicos do município.

“Trata-se de uma demanda que não se pode mais prolongar sem que haja uma resolutividade. A alta inflação dos últimos anos impactou nos vencimentos e poder de compra dos profissionais, portanto, é justo que haja um reajuste nos vencimentos, no intuito de realizar uma reposição inflacionária, no percentual que pelo menos faça frente à inflação”, destaca Dr. Leonardo Alcântara, presidente do Sindicato dos Médicos.

O Sindicato dos Médicos do Ceará reitera seu compromisso com a categoria e afirma que tomará todas as medidas cabíveis para dialogar com a administração municipal e garantir o reajuste dos servidores.

Foto: Reprodução/Prefeitura de Barbalha

Fonte: Comunicação do Sindicato dos Médicos do Ceará

Assine nossa newsletter

Fique atualizado sobre todas as notícias e oportunidades!

Fale Conosco