Sesa amplia número de médicos do Hospital Infantil Albert Sabin após cobrança do Sindicato dos Médicos
Profissionais foram distribuídos para o pronto atendimento, sala de decisão clínica, Unidade de Internação Emergência e sala de estabilização

Em relação à situação de superlotação do Hospital Infantil Albert Sabin (HIAS), a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) respondeu ao Sindicato dos Médicos do Ceará, na última quinta-feira (23), que ampliou o número de médicos, conforme previsto no Plano de Contingência.  A ampliação foi distribuída da seguinte forma: 04 médicos/24 horas para o pronto atendimento; 03 médicos/24 horas para sala de decisão clínica; 03 médicos/24 horas para a Unidade de Internação Emergência (UIE); e 02 médicos/24 horas na sala de estabilização.

Leia mais: Em resposta ao Sindicato, Sesa diz que aumentou número de plantonistas e profissional de segurança para o Hospital Albert Sabin

Emergências pediátricas: Sindicato dos Médicos reforça necessidade de plano de contingência diante superlotação

Ainda de acordo com a Sesa, também foram dimensionados dois médicos manhã/tarde e um médico noturno, onde este faz a função de chefe de equipe, para o Núcleo de Regulação Interna (NIR). Já no comando da emergência, dois médicos se dividem na coordenação do Centro de Emergência.

A Secretaria informou ainda que a maior dificuldade está sendo a não disponibilidade de horários por parte dos profissionais, e que já notificou a direção da Cooperativa dos Pediatras do Ceará (COOPED) para auxiliar no recrutamento.

O Sindicato dos Médicos do Ceará reitera seu compromisso com a categoria e seguirá tomando todas as medidas cabíveis para garantir as melhores condições de trabalho aos profissionais, bem como o atendimento de qualidade à população.

(Foto: Reprodução/Diário do Nordeste)

Fonte: Comunicação do Sindicato dos Médicos do Ceará

Assine nossa newsletter

Fique atualizado sobre todas as notícias e oportunidades!

Fale Conosco