Sindicato dos Médicos

Artigos

Artigos

O cargo de reitor de uma universidade pública federal é escolhido mediante uma lista tríplice e exige, dentre várias qualidades, equilíbrio, imparcialidade, senso de justiça, respeito a pluralidade da universidade pública e principalmente o comportamento ÉTICO! É um cargo que deve ser conduzido pela isenção de ideologia, não se permitindo posicionamentos políticos ideológicos, visando não constranger qualquer seguimento da comunidade universitária. O magnífico reitor da Universidade Federal do Ceará, Henry de Holanda Campos, no uso de suas atribuições, dentro da UFC, foi extremamente infeliz e envergonha parte da comunidade universitária, com pronunciamentos que não são condizentes com a postura que se exige de um reitor. Não muito distante o Ministério Público Eleitoral do Ceará recomendou ao magnífico reitor não permitir ato político de lançamento de candidatura dentro do campus do Pici na cidade de Fortaleza, ou em qualquer outras dependências da UFC.

A universidade é plural! Infelizmente o magnífico reitor, não satisfeito com os resultados legítimos e democráticos, ocorridos no dia 28/10/2018, expressou de forma ideológica, grosseria e até racista, seus pensamentos, dentro das dependências da UFC.

O cargo de reitor não pode e não deve ser utilizado sem o respeito a pluralidade do ambiente universitário. Finalmente concluímos que se faz valer a máxima que diz:
“Por trás de cada sigla tem que ter ideologia e valores éticos que identifiquem seus participantes”.

Dr. Paulo Everton Garcia Costa - CRM 5854
Médico do HUWC da UFC. Presidente da Associação dos Médicos do Regime Jurídico da Universidade Federal do Ceará.

logo---sindmed-2018---branco.png

Receba nossos Boletins

Não enviamos Spams!