Sindicato em

Notícias

Notícias

Sindicato dos Médicos do Ceará e da Paraíba solicitam suspensão imediata da Resolução do Conselho Federal de Medicina nº 2.227/18

O Sindicato dos Médicos do Ceará e o Sindicato dos Médicos da Paraíba vêm por meio deste manifestar preocupação com as graves consequências à saúde que poderão advir a partir Resolução do Conselho Federal de Medicina (CFM) nº 2.227/18, cuja previsão autoriza os médicos brasileiros a realizarem consultas online, telecirurgias, telediagnóstico, entre outras formas de atendimento médico à distância. As entidades compreendem a importância da aplicação da tecnologia na área da saúde com o intuito de beneficiar a qualidade do atendimento prestado. Contudo, é fundamental que a categoria médica seja ouvida. A construção de algo importante como o avanço tecnológico aplicado na relação médico-paciente precisa ser realizada de maneira democrática e transparente. Os critérios adotados, hoje, durante uma consulta presencial garantem segurança aos profissionais e, sobretudo, aos pacientes, os quais são a verdadeira razão da Medicina. Uma Medicina mais humana, de olho no olho e de respeito. Neste sentido, as entidades repudiam a Resolução nº 2.227/18 e solicitam ao Conselho Federal de Medicina (CFM) a imediata suspensão da norma, com o objetivo de debater a implantação do atendimento médico à distância e as consequências para a categoria médica e, principalmente, à população.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Sindicato dos Médicos do Ceará

logo---sindmed-2018---branco.png

Rua Pereira Filgueiras, 2020, 9º Andar - Aldeota
CEP: 60160-194 / Fortaleza - CE
Fone: (85) 3261-4788 / 98956-5419
Email: atendimento@sindmedce.org.br

Receba os nossos Boletins de Notícias!

Não enviamos Spam! Fique atento ao seu e-mail.