Sindicato em

Notícias

Notícias

A ex-presidente do Sindicato dos Médicos do Ceará no triênio 2015-2018, Dra. Mayra Pinheiro, foi homenageada na noite dessa terça-feira (8), na Câmara Municipal de Fortaleza (CMFor), com a outorga da Medalha Boticário Ferreira, a mais alta comenda da Casa Legislativa. A homenagem foi proposta pelo vereador Márcio Martins, através do requerimento 0449/2018, subscrito pelo vereador Jorge Pinheiro e aprovado por unanimidade pelo plenário da CMFor.

Na ocasião, o parlamentar Márcio Martins destacou a importância da comenda, cuja escolha do homenageado exige muito discernimento por parte dos vereadores e justificou a concessão, destacando o legado da médica à frente do Sindicato. “Um dos critérios foi que essa medalha não tivesse só minha vontade, mas a de muitos que querem alguém que possa representá-la, nas mais diversas lutas. Só por sua profissão que exerce, de forma abnegada, Mayra já mereceria a homenagem. Mas à frente do Sindicato dos Médicos deixou um legado. Mas, o maior que a senhora deixou, é que os médicos passaram a ter voz. Eles são profissionais, formadores de opinião, que muitas vezes padecem pela falta de estrutura das unidades que trabalham”, afirmou.

O vereador ainda enalteceu as mudanças administrativas e físicas realizadas pela gestão da médica no Sindicato, ressaltando, ainda, ações que ganharam visibilidade nacional e a recente batalha pela revogação da Lei dos Alvarás. “Quem aqui não vai lembrar de alguns termos que fiz questão de anotar, como o ‘Corredômetro’ o ‘Devedômetro’, ‘o Canal do Médico’ e campanhas que fazem muito bem para a saúde da população. Fico muito honrado ter presenciado nos últimos dias a sua luta pelos empreendedores de Fortaleza e muitos outros movimentos. Tenho certeza que essa é uma pequena participação do muito que a senhora poderá fazer pela sociedade. Muito obrigado!”, concluiu.

Após receber a medalha e o diploma das mãos de seu filho mais novo, Felipe Salgueiro, e do vereador Márcio Martins, a médica Mayra Pinheiro agradeceu, destacando a emoção de receber a homenagem e enfatizando o aniversário de 12 anos da Lei Maria da Penha. “Fazemos todo esse trabalho porque essa é a nossa causa. Essa comenda serve como estímulo para que agente continue a caminhada. Compartilho com todos os profissionais essa homenagem. É muita emoção estar aqui hoje recebendo esse reconhecimento, mas ele é parte de cada um de vocês que me fizeram médica, professora. Dedico essa homenagem a uma mulher símbolo do País, Maria da Penha, que como muitas mulheres sofreu violência doméstica, mas transformou a dor em luta. Dedico a todas as ‘Marias’ invisíveis, a todos os pacientes que se encontram nos corredores, crianças e mães que não conseguem atendimento de qualidade. Não precisamos aceitar que a vida seja banalizada. Muito obrigado a cada um de vocês que tiraram um tempo para estar aqui comigo nesse momento. Que a nossa luta seja antes de tudo, serviço ao próximo”, finalizou.

Dos presentes

A sessão solene foi presidida pelo vereador Plácido Filho, no ato, representando o presidente da Casa, Salmito Filho, e contou com a participação de diversas autoridades como: o presidente do Sindicato dos Médicos do Ceará, Dr. Edmar Fernandes; o presidente da Associação Médica Cearense (AMC), Dr. Carmelo Silveira Carneiro Leão Filho; o general da reserva, Guilherme Cals Theophilo Gaspar de Oliveira; os deputados estaduais Capitão Wagner e Heitor Férrer; a vereadora do município de Caucaia-CE, Emília Pessoa; o empresário Luís Eduardo Girão; o advogado Rodrigo Marinho e a presidente da ONG Anjos da Proteção Animal, Stefanny Rodrigues.

Perfil da homenageada

Mayra Pinheiro é médica, formada pela Universidade Federal do Ceará (UFC), com Residência em Pediatria e Mestrado em Ciências com Área de Concentração em Neonatologia pela Universidade de São Paulo (USP); Especialista em Medicina do Trabalho pela Universidade Estácio de Sá; Professora e Coordenadora do internato em Pediatria da Unichristus; Médica Perita da Defensoria Pública da União no Ceará; tem Doutoramento em Bioética pela Universidade do Porto (Portugal), é liderança do RenovaBR e da Fundação RAPS/LEMANN, Co-Fundadora do Movimento RENASCE e foi presidente do Sindicato dos Médicos do Ceará no triênio 2015-2018.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Sindicato dos Médicos do Ceará, com informações da CMFor (jornalista Marcelo Raulino)

Previous Next
Notícias

O médico Dr. Guthierrez Victor Abreu Bezerra, terceiro lugar na Campanha Sindicato na Copa, recebeu sua premiação, na tarde dessa segunda-feira (6), na sede da Locker Blindagens, empresa parceira do Sindicato dos Médicos do Ceará na realização da ação. O vencedor ganhou uma sessão de cinema, com acompanhante, na Sala Vip de Cinemas do Shopping RioMar Fortaleza e um Corolla blindado à disposição por 7 dias.  
 
 
Na oportunidade, Dr. Guthierrez Victor agradeceu ao Sindicato pela iniciativa e convidou todos os outros médicos a participarem das próximas campanhas da entidade. O presidente do Sindicato, Dr. Edmar Fernandes, participou da entrega da premiação e destacou que iniciativas como essa objetivam engajar ainda mais a categoria a participar de ações da entidade. “Estamos sempre em busca de inovação como meio de nos aproximarmos dos nossos associados, e fortalecermos os vínculos e os nossos serviços prestados”, destaca. 
 
Para participar, os associados adimplentes acessaram o site do Sindicato e deram palpites das seleções que seriam 1º, 2º e 3º lugar do Mundial. Contudo, como futebol é repleto de surpresas, ninguém acertou o resultado e, seguindo o regulamento da Campanha, foi realizado um sorteio com todos os participantes.
 
Os três sortudos foram: Dr. Rômulo César Costa Barbosa (1º lugar), Dr. Cristiano Jorge Pinheiro de Mendonça (2º lugar) e Dr. Guthierrez Victor Abreu Bezerra (3º lugar). 
 
Os vencedores da Campanha poderão usufruir os seguintes prêmios: 1º lugar – fim de semana, com acompanhante, no Carmel Cumbuco Resort + 7 (sete) dias com Corolla blindado; 2º lugar – jantar no Restaurante Cabaña del Primo, com acompanhante + 7 (sete) dias com Corolla blindado; 3º lugar – sessão de cinema, com acompanhante, na Sala Vip de Cinemas do Shopping RioMar Fortaleza + 7 (sete) dias com Corolla blindado.
 
Fonte: Assessoria de Comunicação dos Sindicato dos Médicos do Ceará
Notícias

O Sindicato dos Médicos do Ceará, através do Projeto Sindicato Cidadão, e a Associação Peter Pan, juntos, convidam a todos a participarem do McDia Feliz, no próximo dia 25 de agosto. Será um sábado em que o médico poderá levar a família e amigos para fazer um lanche especial, cuja renda será revertida para o tratamento de crianças e adolescentes com câncer.

O Sindicato apoia esta causa e pede a colaboração de toda a categoria nesta ação de solidariedade. Vamos juntos, transformar diversão e lazer em esperança e sorrisos!

 Confira o video

 

Fonte: Assessoria de Comunicação do Sindicato dos Médicos do Ceará

Notícias

Os médicos da Atenção Básica de Fortaleza decidiram, por unanimidade, em Assembleia Geral Extraordinária, realizada na última quinta-feira (2), no Sindicato dos Médicos do Ceará, paralisar as atividades por 24h, no próximo dia 03 de setembro.  A decisão ocorre em virtude da inércia da Prefeitura Municipal diante do Ofício n° 083/2018, enviado em 20 de julho, no qual foram dispostas importantes reinvindicações relacionadas, sobretudo, à insegurança nos postos de saúde da Capital, locais de constantes atos de violência contra os profissionais e pacientes.   
 
 
A Prefeitura de Fortaleza não tem demonstrado interesse e nem sensibilidade para dialogar sobre a pauta de reivindicações da categoria, a despeito das inúmeras tentativas de negociação dos profissionais com a gestão, via atuação do Sindicato por meio do diálogo propositivo, mobilizações e ações da Campanha Saúde Precisa de Segurança, cujo objetivo é alertar as autoridades e a sociedade sobre a insegurança de pacientes e médicos no exercício da profissão. Inclusive, ciente da gravidade da situação, o Sindicato solicitou, em julho de 2017, à Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Estado (SSPDS), a inclusão de unidades de saúde – com recorrentes casos de violência registrados – no Programa “Ceará Pacífico”. 
 
O presidente do Sindicato dos Médicos do Ceará, Dr. Edmar Fernandes, destaca que, mesmo diante de toda essa mobilização em torno do assunto, a Prefeitura não se manifesta. Por conta disso, os profissionais, com o apoio do Sindicato e de outras entidades, como o Sindicato dos Odontologistas do Ceará (Sindiodonto), optaram por paralisar. “Nós vamos entrar em contato com todos os médicos da Atenção Básica, com o Conselho Municipal de Saúde e com os Conselhos locais de cada posto. Nossa atuação é em prol da garantia da segurança, da valorização da atividade médica, da saúde e da dignidade dos médicos e dos pacientes”, declara.
 
Durante a paralisação, a categoria seguirá as previsões legais, mantendo 30% dos profissionais médicos em atividade, desde que a Prefeitura retorne, imediatamente, com a disponibilidade de equipes especializadas e devidamente disponibilizadas por empresas de segurança.   
 
Fonte: Assessoria de Comunicação do Sindicato dos Médicos do Ceará
Notícias

O Sindicato dos Médicos do Ceará, por meio de sua Assessoria Jurídica, notifica, nesta sexta-feira (3), a Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), o Conselho Regional de Medicina do Ceará (Cremec) e a Direção do Hospital Dr. Carlos Alberto Studart Gomes (Hospital de Messejana) solicitando esclarecimentos e providências sobre a decisão de suspender, no período das 13h de quinta-feira (2) até às 13h de sábado (4), os atendimentos a pacientes de busca espontânea, com exceção dos casos de infarto agudo do miocárdio com supra, bloqueio atrioventricular total sintomático ou risco imediato de morte.

Leia mais: Jurídico em Ação: médicos são convocados a pleitear indenização por ilegalidade em contratações

No Hospital De Messejana, Cirurgia Cardíaca É Realizada Em Meio A Fungos E Lagartixa

A notificação do Sindicato acontece depois de a entidade tomar ciência do Memorando nº 70/2018 encaminhado, nessa quinta-feira (2), pela Direção Geral do Hospital de Messejana, à Chefia da Unidade de Emergência. Segundo o documento, a medida tem o objetivo de proteger os pacientes internados e os profissionais de saúde que atuam no referido setor, “em função da total incapacidade de atendimento da demanda explosiva da Emergência, caracterizada pela inexistência de sequer um leito vago e após aquiescência do Sr. Secretário Estadual de Saúde, Dr. Henrique Javi”.

O memorando informa, ainda, que, ao procurar o Hospital de Messejana, os pacientes fora dos critérios determinados serão encaminhados para outras unidades de atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS) de Fortaleza.

“Estamos solicitando esclarecimentos sobre a situação apontada, pois é de suma importância que o Hospital funcione em sua plenitude, atendendo toda a demanda da população e que aos profissionais de Saúde seja resguardada a estrutura para um atendimento digno e com qualidade. Não é justo que nem profissionais e, nem pacientes, sejam penalizados”, ressalta o presidente do Sindicato dos Médicos, Dr. Edmar Fernandes.

Corredômetro

A decisão demonstra a situação enfrentada pela Saúde no Ceará. Na última terça-feira (31), o Corredômetro revelou que 337 pacientes estavam dispostos em leitos inadequados, ‘alocados’ nos corredores dos cinco maiores hospitais de Fortaleza. Destes, um total de 101 pacientes encontravam-se nos corredores do Hospital de Messejana.

O Corredômetro é um levantamento criado e divulgado pelo Sindicato dos Médicos do Ceará, em parceria com a Associação Médica Cearense (AMC), em 2015, para compartilhar com a sociedade o descaso das autoridades com a Saúde Pública, o que traz sofrimento para pacientes e profissionais da área.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Sindicato dos Médicos do Ceará

Notícias

Os profissionais ligados ao Sindicato dos Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado do Ceará (SINDESSEC) aprovaram, em Assembleia Geral Extraordinária realizada na noite dessa quarta-feira (01), no auditório do Sindicato dos Médicos, a Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) a vigorar em 2018/2019.  
 
Na nova CCT, ficaram acertadas importantes questões, como o reajuste salarial de 3% (três por cento) e o pagamento de horas extras com acréscimo de 100 % (cem por cento) sobre o valor da hora normal, nos dias de repouso ou feriados não compensados.
 
Também foram aprovados: a adequação do adicional de titulação aos profissionais da categoria que possuem título de Especialização, Residência Médica, Mestrado ou Doutorado; a extensão do adicional noturno, caso o horário normal de trabalho ultrapasse às 5h da manhã; e os reajustes de outros benefícios, a exemplo do auxílio-creche e auxílio-funeral.
 
A CCT ainda contempla que o trabalho realizado em feriados ou dias de repouso semanal remunerado será pago com um acréscimo de 100% (cem por cento) sobre o valor da hora normal e que para a alteração de carga horária - em jornada semanal de 24 horas em apenas um único plantão -, faz-se necessário formalizar a conveniência por meio de correspondência e com a concordância do Sindicato Laboral.
 
Fonte: Assessoria de Comunicação do Sindicato dos Médicos do Ceará

Notícias

O total de 16 prefeituras cearenses encerram o mês de julho de 2018 em débito com profissionais médicos. O levantamento, realizado pelo Sindicato dos Médicos do Ceará, por meio da Campanha Devedômetro, divulga desde janeiro de 2017 as gestões municipais em atraso com as remunerações médicas. Esse número já chegou a 31 gestões inadimplentes. Mas, por meio da firme atuação do Sindicato, através de negociações administrativas e/ou medidas judiciais cabíveis, muitos municípios já sanaram seus débitos.

Figuram no Devedômetro do mês julho as Prefeituras de: Acarape, Aracati, Arneiroz, Baturité, Catunda, Chaval, Cruz, Fortaleza, Icó, Juazeiro do Norte, Limoeiro do Norte, Marco, Mulungu, Pacajus, Quixadá e Ubajara.

Leia mais: Devedômetro: 16 prefeituras cearenses encerram junho em débito com médicos

Devedômetro: médicos devem acionar o Sindicato em caso de pagamento irregular de remunerações

Em 1 Ano, Trabalho Do Sindicato Através Do Devedômetro Diminui De 31 Para 12 O Número De Prefeituras Inadimplentes Com Médicos

Saíram do Devedômetro

De janeiro de 2017 a julho deste ano, 18 municípios que tinham débitos com médicos cumpriram seus compromissos e saíram do Devedômetro. São eles: Aiuaba, Acopiara, Aracoiaba, Beberibe, Canindé, Caridade, Carnaubal, Guaraciaba do Norte, Horizonte, Jaguaruana, Madalena, Maranguape, Meruoca, Missão Velha, Pacoti, Potengi, Saboeiro e São Benedito.

Sobre o Devedômetro

A campanha funciona assim: o Sindicato é acionado por médicos cujas remunerações estão em atraso; após checada a denúncia, a entidade tenta resolver o problema de forma administrativa, através de sua Assessoria Jurídica; esgotadas as negociações no âmbito administrativo, são tomadas as medidas judiciais cabíveis para assegurar o respeito ao trabalho médico e feita a divulgação dos “maus pagadores e devedores” através das redes sociais oficiais e portal do Sindicato dos Médicos. Tal divulgação, sempre no primeiro dia útil de cada mês, refere-se aos débitos do mês anterior.

 

Como acionar o Sindicato

Os médicos cujas remunerações, por parte de órgãos públicos, estejam em atraso ou sofrendo reduções, devem comunicar tais fatos, imediatamente, ao Sindicato dos Médicos através dos seguintes canais: email Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.; e Canal do Médico, aplicativo para smartphones, disponível tanto para IOS como para Android, respectivamente, na Apple Store e no Google Play.


Fonte: Assessoria de Comunicação do Sindicato dos Médicos do Ceará

Notícias

O total de 337 pacientes estão sem leitos adequados, ‘alocados’ em corredores de cinco hospitais de Fortaleza nesta terça-feira (31). Esse triste número é do Corredômetro, um levantamento criado e divulgado pelo Sindicato dos Médicos do Ceará, em parceria com a Associação Médica Cearense (AMC), no dia 21 de abril de 2015, para compartilhar com a sociedade o descaso das autoridades com a saúde pública, o que traz sofrimento para pacientes e profissionais da área numa das cidades mais visitas por turistas no período de férias. 

Leia mais: Corredômetro: cerca de 300 pacientes estão nos corredores de apenas cinco hospitais de Fortaleza nesta sexta

Corredômetro De Apenas Quatro Hospitais De Fortaleza Soma Mais De 300 Pacientes Na Véspera Do Feriado Da Semana Santa

Desde dezembro de 2016, o Corredômetro – antes publicado diariamente e, depois, nos dia úteis – passou a ser divulgado somente no último dia útil de cada mês, como um recorte da realidade mensal. Para tanto, uma ronda é feita, 'in loco', em unidades como o Instituto Dr. José Frota (IJF), Hospital de Messejana (HM), Hospital Geral de Fortaleza (HGF), Hospital Infantil Albert Sabin (HIAS) e Hospital de Saúde Mental Professor Frota Pinto (HSM).

Fonte: Assessoria de Comunicação do Sindicato dos Médicos do Ceará

Notícias

O Sindicato dos Médicos do Ceará ingressou, na última semana, com nova Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIN), perante o Tribunal de Justiça do Estado (Processo n° 0626562-28.2018.8.06.0000), em face das graves alterações no Código Tributário de Fortaleza promovidas pela Lei Complementar nº 241/2017 (Lei dos Alvarás).
 
 
O posicionamento da entidade está baseado, principalmente, em duas questões: primeiro, a lei em vigor traz tributação abusiva; segundo, os contribuintes estão sendo obrigados a solicitar novas licenças e alvarás, tendo em vista a revogação daqueles emitidos há um ano, representando impactos negativos na economia e no desenvolvimento social da cidade. A validade das antigas permissões vence nesta terça-feira (31), devendo ser pagas em uma única parcela.
 
As discussões a respeito do assunto mobilizam a sociedade civil e entidades - como o Sindicato dos Médicos do Ceará - preocupadas com as consequências das decisões tomadas pela Prefeitura de Fortaleza, que tem se mostrado indiferente às solicitações de que a Lei Complementar seja revogada. Inclusive, nessa segunda-feira (30), após ato de protesto de representantes das entidades contrárias à nova legislação, a Câmara Municipal retirou de pauta o projeto de lei que autorizava a prorrogação do prazo de renovação das taxas e o seu parcelamento. O Sindicato dos Médicos do Ceará segue em oposição à ‘Lei dos Alvarás’, por entender o caráter perjudical da medida à categoria e população.
 
Fonte: Assessoria de Comunicação do Sindicato dos Médicos do Ceará
 
Notícias

O Sindicato dos Médicos do Ceará publicou, nesta sexta-feira (27), na página 07, do jornal O Estado, Edital de Convocação voltado aos médicos da Atenção Básica, atuantes em Fortaleza, que trabalham em postos de saúde, sejam estes, servidores públicos efetivos, pertencentes ao Programa Mais Médicos (PMM) e/ou autônomos contratados temporariamente (RPA), para Assembleia Geral Extraordinária a realizar-se na próxima quinta-feira (02), às 19h, na sede do Sindicato, para deliberar, dentre outros assuntos, sobre as providências a serem tomadas em face do ofício nº 083/2018 enviado à Prefeitura de Fortaleza, com reivindicações da categoria, conforme deliberado na Assembleia do último dia 17 de julho. Confira abaixo o edital na íntegra:

EditalAtencaoBasicaDia02.08 27.07.18

  Fonte: Assessoria de Comunicação do Sindicato dos Médicos do Ceará

logo---sindmed-2018---branco.png

Receba nossos Boletins

Não enviamos Spams!